RSS

Umas idéias atrapalhadas: O que/quem é “it” pra você?

23 jul

Expressão muito utilizada e que voltou à moda nos últimos tempos: it girl, it bag, it isso, it aquilo… o termo ficou famoso pela primeira vez em 1927, no filme “It“, baseado no livro de Elinor Glynm, e era usado como um eufemismo para sexualidade ou atração sexual. Depois, nas décadas de 60 e 70, começou a ser usado para definir uma pessoa diferenciada, com um certo charme ou magnetismo pessoal mas não necessariamente de cunho sexual. Resumindo, o tal do “it” é aquele algo a mais, aquilo que certas pessoas tem e é difícil definir ou explicar porque elas são tão atraentes.

Hoje, podemos perceber que o termo está diretamente relacionado à moda e, por que não, à condição financeira. E nem adianta dizer o contrário porque hoje, as mulheres consideradas it girls são as mais ricas, as que ditam e estão sempre na moda e são copiadas pelas outras  pobres mortais.

E aí, parando para pensar nisso tudo, percebi que o termo está diretamente ligado aos valores da sociedade. Se em 1927 o tal “it” era relacionado ao magnetismo sexual, em nossa sociedade é claro que estaria relacionado diretamente ao consumo, ao ter e mostrar, ao exibicionismo característico dessa nossa sociedade do espetáculo.

E aí, indo mais além, eu tomo aqui, a liberdade de questionar tais valores. É isso mesmo, gente? A mulher admirada hoje é a que compra um sapato de 5  e uma bolsa de 10 mil? A mulher que todas querem ser é aquela que passa o dia entre shoppings, salões de beleza e eventos (onde ela vai para se mostrar um pouco mais…)? É sério que o tal algo a mais ficou restrito à forma de se vestir, ou melhor dizendo, à forma de consumir?

Diz aí, se “it” é aquele algo a mais, o que/quem é “it” pra você?

About these ads
 
 

Tags: , , ,

3 Respostas para “Umas idéias atrapalhadas: O que/quem é “it” pra você?

  1. aline

    23/07/2012 at 16:25

    É exatamente isso, Bia, infelizmente. Vivemos numa sociedade em que as pessoas valem pelo que têm, não pelo que são. Pode reparar nas pessoas que enriquecem. Elas buscam aprimorar suas posses, compram casa, carro, roupas, de preferência caros. Ninguém procura fazer mais cursos, aprender mais línguas, fazer mais trabalho voluntário, que são coisas que o dinheiro tb permitiria. Pessoas querem ser mais, não necessariamente melhores.

     
  2. Ana Farias

    23/07/2012 at 17:37

    Pois é, Bia, triste mas é isso sim.

     
  3. Carol Alcântara

    24/07/2012 at 15:58

    Eu acho que quem é “it” tem um algo mais sim, mas esse “algo mais” é totalmente relativo. Há quem ache que um escritor é uma pessoa inspiradora para a vida dela, outros acham que uma amiga do trabalho é quem inspira pelo jeito de ser e se vestir e ainda tem quem se ligue só em dinheiro mesmo. Isso vai depender de cada um e dos seus valores. ;)

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.050 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: