Eles IV

Não, eu não espero que eles entendam se tantas vezes nem eu mesma consigo compreender. Mas é que eu sinto que não pertenço ao mesmo lugar que eles. Porque eu sempre quero além. Minha alma é desassossegada. Acho que tenho algo como inquietação crônica. A vida em ritmo lento não me cabe, a mediocridade me mata, o lugar comum me devora. Não consigo aceitar os limites só porque eles dizem que tem que ser assim. Sei que algumas coisas eu nunca vou poder mudar mas eu preciso tentar. Se pareço arisca é que a minha vontade de fazer parte é forte demais e ainda assim nada do que eles dizem me chama atenção. Nada me segura. Nada me queima. Como posso existir em um mundo do qual às vezes nem pareço fazer parte?

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s