Eles V

De nada me valem tantos interesses e caprichos. Enquanto um me jura amor eterno o outro acha que me impressiona ao falar de sexo. A maior parte deles se assusta com minha alma de bicho solto e ainda tem aquele. Aquele que foi embora do modo mais covarde: levou junto uma parte de mim e sequer olhou para trás pra dizer adeus.
E eles não entendem porque ainda me sinto perdida. O mundo é pequeno pra tanto desassossego. As pessoas sentem pouco, se importam pouco. Tudo é tão pouco pra quem sente demais. E eu ainda busco um amor que me leia, me sinta, me revire, me desvende, me ensine. Tenho paixão mas também tenho pudor. Não sou dama da sociedade e nem banco a mulher moderna.
E eu ainda te peço: me ensina, me traduz pro seu idioma porque eu não falo a língua desse mundo.
Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s