After

O relógio bate as 3 enquanto eu ainda tento me convencer de que tudo está em seu devido lugar. Tomo banho como se me lavar pudesse apagar também o que o coração sente. Enquanto a toalha percorre cada parte do corpo tenho alguma vontade de dormir para sempre. Deito e fecho os olhos. Aperto aquele tecido felpudo contra o corpo. Acordo e me vejo sozinha como se estar só no meio de uma multidão fizesse parte do meu destino. Como se meu corpo fosse quase sagrado para ser tocado. Como se meu coração ainda fosse muito frágil para ser desbravado.

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s