Tua/ Yours

É que não entendo como pode me deixar sozinha por tanto tempo. Não vê o quanto tua falta ainda dói, machuca e me faz sangrar? E da última vez eu te pedi para não me fazer sofrer mais. Mas você faz pior. Me deixa sozinha, entregue à esta solidão inexorável quando eu mais preciso de tua presença. Porque sabe que por mais que eu queira me livrar desse amor – e eu ainda me atrevo a chamar “isto” de amor? – não vou me entregar para outro. Porque ser de outro seria ser ainda mais tua. Mas não vê que, mesmo ainda sendo o único dono do meu corpo, do meu desejo, minh’alma clama por liberdade? Por entrega e amor de verdade? Alguma coisa em mim me exige muito mais do que as migalhas que você se arrisca a me dar.

Yours

I don’t understand how can you leave me alone for so long. Can’t you see how much your fault still hurt and make me bleed? And the last time I begged you not hurt me anymore. But you do worse. Leave me alone, delivered to this inexorable loneliness when I most need your presence. Because you know as much as I want to get rid of that love – and I still dare to call “this” love? – I’ll not hand up myself to another. Because give myself for another one would be even more yours. But you can’t see that even still being the only owner of my body, of my desire, my soul cries out for freedom? For surrender and true love? Something in me still want for much more than you venture to give me.

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s