De que vale essa saudade?

Não responde. Desvia o olhar. Não consegue encarar. Até quando está distante. Mas sabe, não é de mim que você se esconde, meu bem.
É só o que eu queria te dizer. Eu não mudaria nada.
Eu só queria ser capaz de garantir que você soubesse. Só queria te fazer acreditar que, eu sou sim, toda errada. Meu lado preferido é o avesso. Sou só essa mulher que não se contém porque é o único jeito que encontrei. É só assim que eu consigo. Mas perto de você eu não sou mais do que sua “doce menina” querendo se entregar. Inteira. Em carne crua. Em corpo, sentimento e desejo.
Afinal, de que vale essa saudade se continua longe? Se toda vez que chego mais perto ainda se afasta e vai embora?
Me diz, meu bem: como eu faço para entrar e ficar?
Entre em contato pelas redes sociais ou envie uma mensagem pelo “Fale comigo“:
Instagram Facebook Twitter Pinterest- LinkedIn
Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s