Fôlego

Noite de insônia.

Um último resquício de saudade.

Um suspiro derradeiro.

Insuficiência pulmonar.

Esse amor que já não tem fôlego para respirar.

Eu só quis ser sua “sweet baby”.

Mas nunca me permitiu ser “só” mais que uma na sua vida.

Indiferença.

Não me diz. Não tem coragem.

Já não dói mais.

Sinto falta de outro.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s