Tempero

Domingo
Entardecer
Sozinha neste apartamento
Acordo de um sono agitado
O tempo é cruel
Da janela do 601
A cada segundo as cores se modificam no horizonte
A vida não dá trégua
O céu fica mais escuro
E meu peito sufoca de não saber
Respiração curta. Acelerada
Você ainda não sabe desse meu sentir em demasia
De calcinha de renda e camiseta de algodão
Me viro de lado – e não tenho mais seus braços
Me encolho como quem se esconde
Tento me proteger
Esquecer
Desse dia
Sem tempero
Sem desejo

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s