Reencontro

Calor. Verão.
Renda amarela.
Inquietudes.
Encontro. Bocas.
Unidos pelo desejo.
Bobagens no ouvido.
Pele, corpos, vontades.
Pernas. Suores.
Inteiros.
Viscerais.

Reencanto

Verdade. Encanto. Ar puro no caos dos dias que me consomem.
Re- encontro.
Re- encanto.
Nós.
Eu que costumava escrever sobre paixões insensatas. Sobre amores desperdiçados e fugazes.
Agora tomada pelo desejo.
Prazeres e descobertas.
Leveza e intensidade.

Saudade

Eu nem me atrevo a chamar de saudade

essa angústia que agora me prende o peito.

Não tenho certeza.

Quase faz cócegas.

Incomoda. Perturba.

Quase dói. Tão juntos. Próximos.

Tão longe. Tão sintonizados.

Tão distante.

Tanta coisa por viver.

Aquela música por dançar.

Aquele último gole.

Saideira.

Eu não sei. Você também não.

Já não conto os dias, mas te espero quero.