Saudade

Eu nem me atrevo a chamar de saudade

essa angústia que agora me prende o peito.

Não tenho certeza.

Quase faz cócegas.

Incomoda. Perturba.

Quase dói. Tão juntos. Próximos.

Tão longe. Tão sintonizados.

Tão distante.

Tanta coisa por viver.

Aquela música por dançar.

Aquele último gole.

Saideira.

Eu não sei. Você também não.

Já não conto os dias, mas te espero quero.

Tempestade

Noite de domingo. Cada gole de vinho, um golpe de azia na alma.
Ânsia de vômito.
Como gotas de alcool na pele que ainda S angra ENTE.
Tempestade. Garoa.
Eu. Você.
Crua.
Inundo, transbordo, faço estrago.
Entrego. Bagunço. Desordeno.

Você?

Esconde.
Respinga.

Devagar.
Como quem não desejar sentir a água contra a pele.

Eu?
Ainda não caibo no pouco que insiste em tentar me encaixar.