Só sou louca por uma coisa

“Só sou louca por uma coisa, você.”, é o que leio nas páginas de Henry Miller, enquanto insiste em manter essa distância entre nós. Mas, nesses tempos, ninguém se entrega mesmo de verdade. As desvairadas como eu não podem amar. De repente o amor não passa de mais uma insensatez, uma tolice qualquer. Nada mais do…

Náusea

Mais uma madrugada. Melatonina e ibuprofeno. Apoio a cabeça no travesseiro como quem busca abrigo em meio ao furacão. Apago as luzes e fecho os olhos pra tentar esquecer, mas a dor insiste e corrói como gotas de óleo fervente na pele em carne viva. O corpo teima em ser castigado porque não pode mais…

Depois daquela noite

Desde aquela noite o sinto impregnado em mim. Meu corpo ainda é consumido pelo desejo. Minha carne clama por tuas mãos, tua boca, teu cheiro. Teu gosto, incrustado na pele, me faz querer mais a cada instante. Mas o meu desejo é só por aquele homem. Aquele, que conheci de verdade naquela noite, e que…

Night and day

Inverno. Aquele porre de vinho e jazz. A voz suave de Ella ao fundo: “There’s an on such a hungry yearning burning inside of me”.  Madrugada de sábado e tempo demais sem a tua presença. Tempo demais desperdiçado longe de você. O amor tem que ser usado, gasto até a última gota. O termômetro marca…